Na disputa pelas primeiras posições do Google para qualquer palavra-chave, um bom planejamento de marketing de conteúdo faz toda a diferença para conquistar ou não os seus objetivos.

Mas o que é isso? Como é feito? Para que serve? Por quem é feito? Tudo isso e muito mais é o que você poderá conhecer neste artigo, passando por uma breve apresentação sobre o que é e para que serve o marketing de conteúdo, chegando às dicas para o desenvolvimento de um bom planejamento de marketing de conteúdo, considerando os seus objetivos gerais de marketing, entre outros assuntos e dicas. Confira.

 

O que é marketing de conteúdo?

Trata-se de uma das mais diversas áreas do marketing, que você pode utilizar com a finalidade de atingir os seus objetivos.

Ainda que o marketing de conteúdo possa ser utilizado em plataformas off-line, como revistas e jornais, por exemplo, é na internet – através do marketing digital – que ele encontra o seu principal ambiente e que pode trazer melhores resultados de acordo com o seu objetivo.

O marketing de conteúdo diz respeito à criação, divulgação e promoção dos mais diversos tipos de conteúdos pensados especificamente para o seu público-alvo, não tendo um objetivo comercial imediato, ma se preocupando em informar e educar aquele público a respeito de determinado tema.

Seu conceito foi criado pelo profissional Joe Pulizzi em 2001 e, nele, já era explicitado um dos grandes diferenciais dos objetivos do marketing de conteúdo: “atrair e reter um público-alvo claramente definido”.

Anos mais tarde, Joe foi o fundador do Content Marketing Institute, que continua sendo uma referência no que diz respeito à publicação de estudos e materiais acerca das novidades e tendências para o mundo do marketing de conteúdo.

 

Para que serve o marketing de conteúdo?

Mesmo considerando que o objetivo final de qualquer estratégia de marketing será a venda do seu produto, serviço ou ideia, no caso do marketing de conteúdo, ele não é focado diretamente nisso e seu principal objetivo é auxiliar as pessoas com informações relevantes para que elas possam ser fidelizadas pela sua marca, seja ou não consumindo os produtos ou serviços ofertados.

Através da sua utilização, ou seja, munindo as pessoas com as informações necessárias (o conteúdo), é possível fazer com que elas vão avançando e percorrendo as etapas dentro do seu funil de vendas.

Além disso, o marketing de conteúdo ainda é uma das melhores formas de fidelizar os seus clientes, e, para que você obtenha êxito com esta prática, é fundamental conhecer muito bem cada um dos seus tipos de públicos.

 

O que é planejamento de Marketing de conteúdo

Como em qualquer área do marketing, só é possível a sua verdadeira realização através de um minucioso planejamento e, no caso do marketing de conteúdo, este se torna ainda mais necessário considerando que deve abordar uma série de etapas para que se consiga ser realizado de forma satisfatória.

Então, o planejamento de marketing de conteúdo nada mais é do que o seu plano de ações, estratégias e táticas para dar vida ao marketing de conteúdo da sua empresa ou do seu negócio no dia a dia, conquistando e fidelizando pessoas para a sua marca.

 

Checklist de planejamento de marketing de conteúdo: o que não pode faltar

Mas afinal, como fazer um bom planejamento de marketing de conteúdo? Para isso, você deve pensar na sua comunicação como um todo e estabelecer, colocar no papel mesmo, como deverá ser o seu planejamento para chegar onde deseja.

1º Passo: conheça-te a ti mesmo – por mais óbvio que seja, é importante que o departamento ou responsável de marketing da empresa conheça absolutamente tudo sobre ela, passando pelo mais básico do marketing (os 4 P’s – produto, preço, praça e promoção) até os aspectos internos mais elaborados, como a estratégia geral de comunicação, os objetivos da organização a curto, médio e longo prazo, entre outros itens que devem fazer parte do seu plano de marketing de uma forma geral, que não leve apenas em conta o marketing de conteúdo, mas todas as suas aplicações na organização como um todo.

2º passo: saiba onde você quer chegar – já reconhecendo o que é marketing de conteúdo e tendo uma ideia da diferença que ele pode fazer no seu negócio, é fundamental que você estabeleça objetivos muito claros para que, então, possa começar a caminhar em direção a eles.

Por “objetivos claros” não se deve entender apenas “aumentar as vendas”, por exemplo. Faz-se necessário que você coloque também algumas metas, como, por exemplo, aumentar o tráfego orgânico a determinada página do site em X%; ou, então, fazer com que a empresa esteja na primeira página do Google para determinada palavra-chave até o fim do ano, entre outros exemplos de objetivos de marketing que o marketing de conteúdo pode lhe ajudar a alcançar.

3º Passo: definindo os seus públicos – não importa a sua área, você já deve ter percebido que trabalha com diversos públicos. Um exemplo é aquele cliente sazonal, que compra de vez em quando da sua marca, enquanto há o outro que é seu consumidor fiel, de todos os dias, e tem aquele que já cogitou virar seu cliente, mas ainda não o fez, entre diversos outros, que podem ser segmentados com a finalidade de se fornecer um conteúdo mais adequado a cada um.

É neste sentido que se recomenda listar todos os tipos de públicos que fazem parte do seu negócio com a finalidade de se conseguir elaborar conteúdos satisfatórios para fazer com que cada um dos seus públicos seja contemplado por esta sua estratégia e possa, então, ser ajudado, através do marketing de conteúdo, a avançar dentro do seu processo de vendas – ou outro, de acordo com o seu objetivo.

4º Passo: as ferramentas – basicamente, quer dizer “o como” você vai chegar aos públicos pré-determinados, já levando em consideração que você sabe quais ferramentas a empresa já dispõe (primeiro passo) e quais aquelas em que ela deverá fazer parcerias para conseguir chegar aos objetivos estabelecidos também no passo anterior.

A seguir, falaremos de forma mais detalhada sobre algumas das ferramentas que você tem à disposição para fazer um planejamento de marketing de conteúdo bem sucedido.

5º Passo: as métricas e formas de avaliação – parte fundamental em qualquer plano de marketing, de acordo com as métricas estabelecidas para cada uma das ferramentas, você deve conseguir monitorar o desempenho do seu trabalho em marketing de conteúdo visando identificar melhorias durante o processo e perceber possíveis falhas ou oportunidades.

 

Quais ferramentas usar para fazer um bom planejamento de marketing de conteúdo

Como citamos, o marketing de conteúdo não é uma modalidade apenas do marketing digital, então é sempre bom lembrar que ele pode ser praticado também em meios off-line, sendo publipost, press release e inserção de anúncios ou o trabalho de assessoria de imprensa em revistas ou jornais, os mais comuns ainda utilizados atualmente.

Mas é, de fato, dentro do amplo quadro do marketing digital que o marketing de conteúdo encontra a sua força. A seguir, você poderá conhecer alguns exemplos de ferramentas que o seu planejamento de marketing de conteúdo pode contar, lembrando que estas ferramentas devem ser estabelecidas de acordo com os seus objetivos.

Artigos/Blog Post: essa é a principal ferramenta de marketing digital quando se trata de fornecer um conteúdo de qualidade a seus públicos. Trata-se de textos para o blog do negócio, que constituem a forma ideal para se fornecer um conteúdo de qualidade e bem detalhado a respeito de tudo o que envolve cada aspecto da sua marca, visando melhor posicionamento orgânico no Google, ao mesmo tempo em que fornece informações de qualidade, capazes de mover os seus públicos dentro do seu processo de vendas.

E-book: também conhecido como livro digital, é o material ideal para captação de leads e, por meio de seu conteúdo, você pode fornecer informações aprofundadas sobre os mais variados assuntos, desenvolvendo um material completo e repleto de informações que visem nutrir o seu público com tudo o que ele precisa saber a respeito de determinado tema.

E-mail marketing: já tendo uma lista de contatos devidamente segmentada, o e-mail marketing pode fornecer informações assertivas para fazer com que determinada pessoa avance em relação a sua marca.

Além destes três, ainda se destacam social posts, que são as publicações para qualquer uma das diversas redes sociais, entre outros exemplos de ferramentas de marketing digital que você pode utilizar como marketing de conteúdo.

 

Um bom conteúdo: a chave para o seu marketing de conteúdo trazer os resultados

Fornecer um conteúdo de qualidade é a chave para o sucesso do seu marketing de conteúdo. Afinal, um texto em seu blog pode fazer toda a diferença e informar exatamente àquela pessoa o que ela precisa saber para ser fidelizada a sua marca ou avançar dentro do seu processo de vendas, lembrando que este tipo de marketing trata de fornecer um bom conteúdo para cumprir os objetivos da sua organização.

E, para isso, o mais indicado é que você conte com uma equipe de profissionais para lhe ajudar em todas as etapas após ter definido o seu planejamento de marketing de conteúdo, considerando que aquele conteúdo que será entregue será o principal responsável pelo sucesso da sua empresa neste sentido.

 

Escrito por:


Juliano Franco Duarte
CTO – Conteúdo Expresso & Meu Redator