Ser conteudista é uma atividade que pode trazer muita realização para quem gosta de escrever. No entanto, ainda que existam bons sites para conseguir uns freelas, os desafios que são enfrentados na profissão são vários: não ter o trabalho reconhecido, lidar com a desvalorização no mercado, ter dificuldades em construir autoridade etc.

A Conteúdo Expresso é uma nova plataforma de marketing de conteúdo, mas com um importante diferencial: ela possibilita que o conteudista seja mais ativo e ofereça seus textos para quem procura por eles. Ou seja, a relação aqui é invertida se comparada às outras plataformas, pois são os compradores que irão disputar seus artigos.

Acompanhe a leitura e saiba mais sobre como participar do time!

 

Conteúdo Expresso: compra de conteúdo na Internet

Sabemos da importância de um conteúdo relevante para a marca: ajuda a aumentar a visibilidade, cria conexão e engajamento com o usuário, gera leads, aumenta o tráfego orgânico, impulsiona as vendas. Também entendemos o quanto é significativo compreendermos critérios que valorizam um texto para a web, como noções de SEO, escaneabilidade, boa gramática, leitura agradável, e nada de plágio!

Apesar disso, muitas vezes, a realidade não é muito justa no mercado: perder oportunidades para outros profissionais que não se empenham tanto para fazer um job valoroso, mas oferecem um trabalho quase de graça, já é bem comum em alguns sites.

 

Mas então, como funciona o Conteúdo Expresso?

Essa é uma plataforma de comercialização de conteúdo. Nela, o conteudista que for assinante tem a possibilidade de oferecer seus textos para venda. Funciona da seguinte maneira:

  • o conteudista pode já ter um artigo pronto, ou também, ter algum em mente, que consiga produzir;
  • ele publica a pauta (com título, descrição, quantidade de palavras, a persona, a etapa do funil ao qual o conteúdo se destina), a categoria (como saúde e bem-estar, marketing digital, tecnologia) e o valor que deseja receber pelo texto;
  • a empresa que queira comprar um texto pode navegar pelas categorias e procurar um que atenda a sua necessidade. Dessa forma, encontrará as pautas publicadas e entrará em contato com o autor. Pode também, caso não encontre o que queira, deixar o pedido para algum conteudista escrevê-lo.

Com relação ao valor do conteúdo, ainda temos 3 possibilidades:

  • o próprio conteudista estipular já no início o preço do texto;
  • deixar em aberto, para negociar com quem for comprar;
  • abrir um leilão, e quem fizer a melhor oferta, leva o trabalho.

Os conteúdos poderão ser para blogs, ebooks, revistas e jornais.

 

E quais as vantagens desse estilo de trabalho?

Podemos listar vários benefícios para o conteudista que atua assim.

Vender aquele conteúdo parado

Muitos freelancers têm alguns artigos já escritos, mas não conseguem vendê-los por não poderem apresentá-los aos possíveis clientes. Outras vezes, podem ainda estar guardados em um portfólio, que no entanto não tem a visibilidade necessária para garantir sua comercialização. Nesse caso, infelizmente, se aplica aquela máxima: O que não é visto, não é lembrado.

Essa é, portanto, uma ótima oportunidade de fazer com que seu conteúdo seja visto! Mas atenção: seu conteúdo não pode estar indexado no Google para não correr o risco de ser acusado de plágio.

Poder escolher o valor do texto

A plataforma tem 3 possibilidades de venda, como já mencionado acima. Todas elas possibilitam ao próprio autor do texto decidir o quanto vai cobrar pelo que escreveu (ou o que irá escrever).

Com isso, você não precisa aceitar os preços injustos de alguns sites que reforçam o modo de colocar o menor preço possível nos textos, fazendo com que alguns profissionais trabalhem quase de graça.

Valorizar o trabalho do conteudista

Esse método tende a valorizar ainda mais o trabalho que o conteudista tem ao criar seus textos de qualidade. Ele vai contra a ideia de que um profissional precisa aceitar receber pouco para conseguir ter oportunidade no mercado.

Ao ter a opção de colocar um preço justo no job, o processo é simples: você só aceita um valor mais baixo nele se você realmente quiser.

Lidar com a concorrência menor

Como é você mesmo quem opta por descrever a pauta e elaborar seu conteúdo, a possibilidade de ter outro texto com o mesmo assunto, os mesmos tópicos, a mesma persona, a mesma quantidade de palavras é mais difícil. Mas ainda que exista, a concorrência tende a ser bem mais baixa que em plataformas que trabalham com o tipo de leilão inverso (ganha quem oferta o preço mais baixo).

Quem está no início da carreira também pode tirar um grande proveito disso, devido à dificuldade em ter seus textos publicados em blogs, revistas e jornais, ou em conseguir oportunidades para que olhem para o seu trabalho.

Construir autoridade na profissão

Ter a oportunidade de escrever textos para a web é muito gratificante, ainda que isso se dê por meio de um trabalho ghostwriter. Há, diariamente, ocasiões favoráveis para que se aprenda sobre uma quantidade absurda de assuntos, e ainda pode-se ter a satisfação de estar ajudando alguém, seja o cliente ou algum leitor que se depare com o texto para tirar uma dúvida.

Todavia, nem sempre o conteudista pode construir a própria autoridade e trabalhar com o marketing pessoal. Seu nome não é tão conhecido e, por esse motivo, há uma dificuldade maior ao agir com independência total.

Na plataforma, ainda que às vezes os textos vendidos não sejam publicados com a assinatura do autor, não deixa de ser uma forma de se fazer aparecer e se tornar conhecido de alguma maneira. Porém, esse detalhe de ter o nome no texto pode ser acordado entre você e o comprador. Existe uma opção na plataforma por meio da qual você dará essa informação.

Ter a oportunidade de escrever sobre o que tem mais facilidade

Pelo fato de você, conteudista, poder fazer as sugestões dos textos que queira vender, você pode escolher escrever sobre aquilo que tem mais facilidade e que tem grande conhecimento no assunto. Dessa forma, possivelmente seus artigos terão qualidade maior que teriam se fosse solicitado um tema sobre o qual você não tivesse tanto domínio.

Mostrar o seu potencial ficará mais fácil e você terá mais chances de prospectar novos clientes e aumentar sua reputação nesse mercado.

 

Como participar do Conteúdo Expresso

É preciso criar uma conta na plataforma. Os vinte primeiros conteúdos podem ser postados de forma free. Caso queira mais chances e espaço para vender outros textos e aumentar sua autoridade no meio, o conteudista faz assinatura do plano.

É claro que quanto mais artigos oferecidos, maiores são as possibilidades de se fazer notado e, também, de alguma empresa se interessar pelo que você produz.

Então aproveite: se inscreva no Conteúdo Expresso e faça parte do nosso time de conteudistas!